quinta-feira, 28 de agosto de 2014

No Regional NE 5 da CNBB Diocese de Balsas foi sede da 8ª Romaria da Juventude do Maranhão.


Aconteceu no último final de semana, dias 16 e 17 de agosto a 8ª Romaria da Juventude do Maranhão, em Balsas. E a temática debatida pela juventude maranhense nesta 8ª edição da Romaria foi:JUVENTUDE EM MARCHA PELA VIDA: CHEGA DE VIOLÊNCIA E EXTERMINIO DE JOVENS!E lema: “O MEU DESEJO É A VIDA DO MEU POVO” (Est. 7.3b).
As Romarias da Juventude do Maranhão é um dos principais eventos organizados pela PJ - Pastoral da Juventude, e reuni milhares de jovens vindos de todos os cantos do Estado ecoando um canto de paz, amor e esperança fazendo assim a alegria da Igreja, mostrando um Cristo jovem à sociedade.
E este ano não foi diferente, mas uma vez a juventude se fez presente, em mais uma edição da Romaria, jovens vindos de todo os cantos do estado, alem de jovens dos regionais vizinhos como o Piauí, Tocantins e Pará.
Participaram da Romaria 4 bispos do regional NE5 da CNBB. Dom Armando Martin Gutierrez, bispo da Diocese de Bacabal, Dom Elio Rama, bispo da Diocese de Pinheiro, Dom Vilsom Basso, da Diocese de Caxias e bispo referencial juventude do maranhão e Dom Enemésio Ângelo Lázzaris, bispo da Diocese de Balsas.
Dom Armando Martin Gutierrez, falou da satisfação de esta em Balsas acompanhando os jovens da sua diocese... E usou a expressão do Papa Francisco ao se referi ao maior evento organizado pela Pastoral da Juventude do Maranhão. Segundo Dom Armando, “está participando da Romaria da Juventude é esta no Rosto Jovem da Igreja, unida na fé em Cristo e na luta contra todo tipo de violência e extermínio, está chaga que fere gravemente a sociedade e a juventude”. Dom Armando ressaltou ainda que este “é um momento de retomar a caminhada da Jornada Mundial da Juventude com entusiasmo, e que todas as dioceses do regional possam assumir juntas o compromisso de lutar contra o extermínio e a violência e levar a boa nova a todos os jovens”.
Para Dom Elio Rama, que foi em caravana com de mais de 300 jovens da sua diocese, participar da Romaria da Juventude “este foi um momento de muita alegria no coração, um momento único para a Igreja do Maranhão encontra-se com jovens, mas sobre tudo encontra-se com Jesus Cristo para depois voltar em suas comunidades e paróquias levando essa alegria, essa paz que pode ser vivenciada nesta grande festa da juventude maranhense”.
Dom Enemésio, bispo de Balsas, diocese que acolheu as juventudes vindas de todas as partes do Maranhão para esta 8ª edição da Romaria da Juventude, agradeceu a Deus pela presença de tantos jovens em Balsas. Segundo o bispo “...a diocese se senti feliz e honrada em ter acolhido os jovens das mais diferentes dioceses do regional, o bispo ressaltou ainda que pode perceber um clamor, um grito forte e angustiante da juventude presente neste romaria, com um desejo de cessar  a violência e o extermínio de jovens. E que esse evento promovido pela juventude, deixou claro a necessidade de sempre mais se valorizar a juventude que temos em nossas comunidades”.
O jovem Wilson Dias, da Diocese de Bacabal também esteve presente na romaria e emocionado destacou a importância desta Romaria para a juventude maranhense, “segundo o jovem é emocionante ver tantos jovens juntos em um mesmo lugar compartilhando de um único sonho, um único desejo que é de viver e dizer chega de tanta violência e extermínio da juventude”.
Lina Diniz, participou pela primeira da Romaria da Juventude, ela juntamente com outros jovens do município de Carutapera, extremo norte do Maranhão, que faz parte da diocese de Zé Docá, passaram mais de 24 horas dentro de um ônibus até chegarem a Balsas, e assim participarem deste grande evento organizado pela PJ, segundo a jovem “a alegria de está participando desta festa da juventude é já compensa todo esse tempo na estrada, e que só em chegar aqui e encontrar tantos jovens de diferentes regiões do maranhão com os mesmos anseios, sonhos e esperanças, a longa viagem já valeu muito a pena, e ela faria tudo novamente, para poder esta aqui neste encontro com Jesus e os irmãos de outros Dioceses do regional.
O Juiz Eleitoral Marlon Reis, que Coordenou o livro "Ficha Limpa: interpretado por juristas e responsáveis pela iniciativa popular, também participou da festa da juventude, falando sobre a importância da reforma política e do voto limpo, o juiz se emocionou com a participação e a vontade de mudança estampada no olhar de cada jovem presente na 8ª Romaria da Juventude. O mesmo resaltou que”se sente um operário dessa missão que é da juventude brasileira, da igreja e de todos que querem a transformação do Brasil. Segundo o juiz, a política é uma ação terrena muito importante e elevada, e que o papel da sociedade e da juventude presente na Romaria é escolher os políticos para que eles governem e dizer não aos usurpadores, que são os que praticam a corrupção eleitoral”. E finalizou dizendo que “os jovens precisam separar o joio do trigo e não conceder o voto a qual quer pessoa que pratica qualquer forma de corrupção.”
Quem também teve uma participação marcante nesta 8ª edição da Romaria da Juventude foram os dois Jovens Indígenas, Tayza Lopes e Kleber Guajajara, que no final das apresentações, os jovens indígenas acolheram o novo dia cantando a ciranda da esperança em sua língua. Na oportunidade também fizeram algumas reivindicações, clamaram por espaço entre os jovens brancos, para que juntos passam todos reivindicarem por direitos iguais, direito a uma vida digna, direito a educação, saúde, terra para plantar e viverem de seu próprio sustento. E pediu basta a tantas violações de seus direitos.
E logo em seguida deu-se inicio a macha por algumas ruas de Balsas, onde todos juntos falavam em alto e bom som “CHEGA DE VIOLENCIA E EXTERMINIO DA JUVENTUDE”.
As Romarias da juventude no Maranhão vêm sendo organizada desde o ano de 1992 pela PJ - Pastoral da Juventude do Regional NE5 da CNBB e sua historia é marcada pelo protagonismo juvenil da Igreja local.
História das Romarias da Juventude:
Sua 1ª edição aconteceu no ano de 1992, em Pindaré-Mirim, Diocese de Viana e o tema foi “Ouça o eco da Juventude”.
A 2ª Romaria aconteceu no ano de 1995 na Diocese de Bacabal, e teve como Tema: “Pastoral da Juventude, 10 anos de organização, luta e missão no Maranhão” Aproximadamente 18 mil jovens foram às ruas de Bacabal comemorar uma década de organização da Pastoral da Juventude no Maranhão, confirmando que são sujeitos de sua história junto a Igreja e a sociedade.  
Em 1998 quem sediou a 3ª Romaria da Juventude maranhense foi a Diocese de Caxias, que teve como tema:Juventude na participação popular, rumo ao Novo Milênio e lema: “Juventude conscientizada, cidadania conquistada”.
No ano de 2001 foi à vez da Diocese de Imperatriz acolher a 4ª edição da Romaria da Juventude, que teve como tema: Juventude no resgate da vida e lema: “Nada de droga- mania, exerça sua cidadania”. Nesta reuniu aproximadamente 22 mil jovens, onde foi chamado a atenção para a problemática das drogas.
A 5ª Romaria da Juventude foi realizada em São Matheus, Diocese de Coroatá e o tema foi:Juventude e Políticas Publicas e Lema:“Jovens na luta por dignidade e qualidade de vida” Que reuniu cerca de 33 mil jovens, e teve como enfoque as poplíteas publicas para a juventude.
Em 2007 foi à vez de São Luis, capital maranhense sediar a 6ª Romaria da Juventude do Maranhão e o tema discutido foi: Juventude e Missão, Lema: “Com os pés firme na realidade, agitando a sociedade”. E reuniu cerca de 30 mil jovens a refletir sobre a missão na Igreja e na sociedade, bem como tomar consciência de ser sal na realidade e lutar pela transformação da mesma.
No ano de 2010 a Diocese de Pinheiro acolheu a 7ª edição Romaria da Juventude e o tema foi:“25 Anos de História” E reuniu cerca de 40 mil jovens onde foi falado sobre a campanha Nacional contra Violência e extermínio de Jovens, promovido pela PJ em todo o Brasil e ainda foi abordado o plebiscito popular sobre o limite da propriedade da Terra.
E agora foi a vez da Diocese de Balsas, na região sul deste imenso estado ser palco da 8ª edição da Romaria da Juventude do Maranhão, onde milhares de jovens motivados por esta bonita história de lutas, conquistas e organização se fizeram presentes mais uma vez com a palavra de ordem CHEGA DE VIOLÊNCIA E EXTERMÍNIO DE JOVENS.
Comentários
0 Comentários
COROATÁ NA TV. Tecnologia do Blogger.